Dupla Cidadania – Melhores países em 2017

Siga-nos:
Siga-nos pelo E-mail
YouTube
YouTube
Instagram
Facebook
Facebook
Google+
Google+

Quer tirar a dupla cidadania? Dinamarca é um dos países com as melhores cidadanias de todo o mundo a partir do Índice de qualidade de nacionalidade 2016 (Henley & Partners – Kochenov Quality of Nationality Index 2016), também chamado de QNI, divulgado em 13 de setembro de 2017.  Para saber quais são os outros países, confira no vídeo abaixo no final deste artigo.

Dinamarca

Dinamarca

Este índice foi elaborado pela Henley & Partners, uma empresa global de assessoria de cidadania e residência, com sede em Jersey (dependência da Coroa Britânica), com mais de 25 escritórios em todo o mundo; em conjunto com o professor Dimitry Kochenov, especialista em direito constitucional.

O Índice de Qualidade de Nacionalidade avalia o atrativo de ter passaportes de diferentes países e é baseado em alguns indicadores de fatores internos e externos como: estabilidade do país, desenvolvimento econômico, segurança, desenvolvimento humano, liberdade de circulação de força de trabalho e processos de obtenção de vistos e passaportes. Este índice é útil para analisar os benefícios de cada país para aqueles que estão em busca de dupla cidadania.

Um dos itens mais importantes é a capacidade de se instalar e trabalhar no exterior sem formalidades incômodas, que tornam a nacionalidade melhor do que outra em termos de status legal para obter oportunidades no mercado.

Norway

Alguém sabe me dizer que país é este?! Ele também é um dos países com as melhores cidadanias de todo o mundo.

O valor de cada nacionalidade é medido a partir de fatores internos (40% da pontuação) e externos (60% da pontuação). Os fatores internos são: Produto Interno Bruto (PIB), que corresponde a 15% do total; Índice de Desenvolvimento Humano das Nações Unidas (IDH), também 15%; Índice Global da Paz (GPI), 10% do total. Os fatores externos são: Diversidade de liberdade de onde morar: 15%; liberdade de onde morar: 15% ; diversidade de liberdade de viagens: 15%; liberdade de viagens: 15%.

Todos os fatores são medidos numa escala de pontos, quanto maior a pontuação melhor a posição neste ranking, que avaliou mais de 160 países.

A maioria dos países do topo da lista estão na Europa. O Brasil ficou na 37ª posição com 52,1 pontos, enquanto Portugal foi o 15º colocado com 78,6 pontos. Ambos os países subiram uma posição em relação ao ranking do ano anterior. Confira no vídeo quais são os países com as melhores cidadanias do mundo. Você concorda com o resultado?

 

Agora que você já viu o vídeo, escreva nos comentários se você concorda ou discorda com esse relatório. Conhece algum país mostrado no vídeo? Comente aqui.

Cadastre-se no nosso canal do YouTube
Cadastre-se agora no canal do “Que Tal Viajar?” no YouTube e confira os vídeos exclusivos do site.

Acompanhe as novidades do Que Tal Viajar? Siga-nos e compartilhe.

Leia também...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga-nos