Que tal viajar para conhecer as réplicas da Torre Eiffel no Brasil?

Siga-nos:
Siga-nos pelo E-mail
YouTube
YouTube
Instagram
Facebook
Facebook
Google+
Google+

Se você ainda não leu a matéria: “Que tal viajar para conhecer a Torre Eiffel paranaense?”, clique aqui ou se preferir continue lendo este artigo para descobrir quais são as outras réplicas da Torre Eiffel no Brasil.

Além da Torre Eiffel de Umuarama, existem outras réplicas da Torre Eiffel no Brasil. Podemos encontrá-las na cidade de Santos Dumont, em Minas Gerais; nas cidades de Bauru e Rio Claro, ambas no Estado de São Paulo e no Barra World Shopping & Park, no Rio de Janeiro.

Torre Eiffel de Santos Dumont – na cidade natal de Alberto Santos Dumont, anterior cidade de Palmira – que mudou de nome em homenagem ao aviador, existe uma réplica da Torre Eiffel com algo que simula um balãozinho suspenso e preso à torre. Este balão faz alusão ao dirigível Nº 6 utilizado por  Santos Dumont para contornar a Torre Eiffel em 1901. A réplica de 7 metros de altura foi contruída em 2001 para comemorar os 100 anos do voo feito por Santos Dumont em volta da torre. A Torre Eiffel mineira encontra-se em frente à Prefeitura da cidade de Santos Dumont.

Torre Eiffel de Bauru – foi idealizada pelo fundador do Instituição Toledo de Ensino (ITE), o visionário Antônio Eufrásio de Toledo. A réplica da Torre Eiffel foi construída em comemoração aos 25 anos do curso de Direito de Bauru e também para fazer menção aos ideais da Revolução Francesa que são liberdade, igualdade e fraternidade (Liberté, Igualité, Fraternité). A torre fica em frente ao Centro Universitário de Bauru e tem 10 metros de altura. A noite ela fica toda iluminada. Algo admirável é o fato do senhor Eufrásio de Toledo ter fundado o Instituição Toledo de Ensino (ITE), em 1951, aos 50 anos de idade. O objetivo do educador foi de querer levar o ensino superior para o interior de São Paulo. Naquela época, além da cidade de São Paulo, apenas Campinas tinha faculdade. Hoje o Instituição Toledo de Ensino (ITE) é uma universidade consagrada e possui campi em várias cidades no Estado de São Paulo.

Esta réplica da Torre Eiffel (imagem abaixo) fica na cidade de Bauru, no interior de São Paulo.

Torre Eiffel de Rio Claro – a Torre Eiffel rio-clarense, de 15 metros de altura e 7 metros de base, foi criada para ser exposta na Festa das Nações de 2009 em comemoração ao ano da França no Brasil. Ao término do evento, a transportaram para o local onde atualmente encontra-se instalada e a enfeitaram com enfeites natalinos devido a proximidade das festas de fim de ano de 2010. A montagem da réplica da Torre Eiffel foi feita em meio à muita controvérsia. A razão do contentamento foi o uso do dinheiro público, o montante de R$ 5 mil, investido no projeto. Além disso, há também a alegação por parte dos opositores à torre de que não se  justifica a presença da réplica na cidade por não existir um número considerável de descendentes de franceses em comparação aos italianos e aos alemães. Divergências à parte, o fato é que hoje em dia a Torre Eiffel de Rio Claro continua sendo vista na rotatória da Avenida 32 com a Visconde do Rio Claro para a alegria de muitos fãs.

Barra World Shopping & Park – além da réplica da Torre Eiffel, neste shopping temático carioca, você encontra outras réplicas de monumentos arquitetônicos internacionais, como a  Torre de Pisa, por exemplo. O Barra World está localizado no Km 14 da Avenida das Américas, Barra da Tijuca.

 Torre Eiffel no Rio de Janeiro – uma lembrança inesquecível

A primeira vez que eu vi uma Torre Eiffel na vida, eu era bem jovem. Foi no ano de 1989 em comemoração ao Bicentenário da Revolução Francesa e ao centenário da construção da Torre Eiffel em Paris. A antiga loja de departamento Mesbla patrocinou um espetáculo no Aterro do Flamengo, no Rio de Janeiro. Foi construído uma réplica da Torre Eiffel com 75 metros de altura e com um terço do tamanho da original francesa.

Na noite do dia 24 de junho de 1989 sob a regência do maestro brasileiro Issac Karabtchevsky, a Orquestra Sinfônica Brasileira do Rio de Janeiro apresentou obras consagradas da música erudita. O ponto alto do concerto “Vive La France” foi a apresentação do bailarino argentino Jorge Donn com a Cia de dança de Maurice Béjart dançando o Bolero de Ravel, do compositor francês Maurice Ravel.

Hoje em dia não é mais possível admirar a réplica da  Torre Eiffel com o morro do Pão de Açúcar ao fundo. Infelizmente após o evento um pedacinho da França no parque do Flamengo deixou de existir. Tenho certeza que quem presenciou este acontecimento em plena cidade do Rio de Janeiro nunca mais esqueceu.

Torre Eiffel em Paris

Conhecer a Torre Eiffel foi a realização de um sonho.

Deslumbrar-se com a Torre Eiffel à minha frente, mesmo não sendo a verdadeira, embalada com grandes artistas do mundo, usando como palco a própria réplica da Torre, em um espetáculo único no Rio de Janeiro foi algo que me marcou profundamente. Naquela época eu já sonhava em ganhar o mundo. Eu já sonhava com a “Cidade Luz”. Eu pensava que se um dia eu pudesse conhecer a Europa, a França seria o meu primeiro destino. E foi exatmente isto que aconteceu depois de mais de duas décadas.  Realizei o meu sonho de viajar para a Europa e conheci Paris. Não me importei de gastar as minhas preciosas horas de “turista” explorando minuciosamente a Torre Eiffel. Não me contive e  fui vê-la de dia, à noite e de todos os ãngulos da cidade.

Você conhece alguma Torre Eiffel no Brasil mencionada neste artigo? Existe alguma réplica da torre parisiense no Brasil que a gente ainda não conhece? Comente aqui.

Leia também...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga-nos