Namíbia reabre para turistas estrangeiros


Home » Notícias de turismo » Namíbia reabre para turistas estrangeiros

Namíbia retoma o turismo internacional em setembro



27 de julho de 2020 - Drica Cestari

O governo da Namíbia afirmou que o país reabrirá a visitantes estrangeiros a partir de 1º de setembro. Esta medida foi adotada para tentar salvar milhares de empregos no turismo, setor duramente afetado pela pandemia do novo coronavírus (COVID-19).


As fronteiras foram fechadas em 28 de março como parte dos esforços para conter a propagação da pandemia. Os namibianos ainda estão proibidos de viajar entre as cidades, uma restrição que será dispensada aos turistas internacionais.

Os passeios nas dunas e desertos são atrações da Namíbia.Os passeios nas dunas e desertos são atrações da Namíbia.

Cerca de 1,6 milhão de estrangeiros passaram férias na Namíbia no ano passado, segundo dados oficiais do governo namibiano. Em 2019, os países que enviaram mais turistas à Namíbia foram: Angola, África do Sul, Zâmbia, Alemanha, França e Reino Unido.

A reabertura do turismo internacional é importante não apenas para a retomada do setor no país, mas para toda a sua economia. O turismo contribui com cerca de dez por cento do PIB da Namíbia. Além disto, o governo namibiano afirmou que a retomada do turismo internacional antes da alta temporada local, de setembro a dezembro, pode salvar até 120 mil empregos no país.

O anúncio da liberação do turismo a visitantes estrangeiros ocorreu justamente durante o aumento nos casos de coronavírus no país. Até o final de junho, a Namíbia tinha apenas 200 casos confirmados. Este número saltou para 2.100 no final do mês seguinte e triplicou do começo de agosto até hoje. Até o final de julho o país contabilizava apenas dez mortes relacionadas a esta pandemia, agora o número já chegou aos sessenta óbitos no total.

Segundo os números oficiais, a Namíbia teve 6.712 casos e 60 mortes relacionados ao novo coronavírus. Este país de cerca de 2,5 milhões de habitantes tem 3.876 casos ativos de COVID-19. Dos 215 países e territórios que confirmaram casos do COVID-19, a Namíbia encontra-se na 102ª posição no número de casos e 123º lugar no total de óbitos.

"A partir de 1º de setembro de 2020, a Namíbia reabrirá o Aeroporto Internacional Hosea Kutako aos turistas internacionais", anunciou Pohamba Shifeta, ministra do Meio Ambiente da Namíbia.

Os parques nacionais da Namíbia são muito visitados para a observação de animais na natureza.Os parques nacionais da Namíbia são muito visitados para a observação de animais na natureza.

Shifeta disse que todos os turistas que chegarem a este país africano terão que apresentar um resultado negativo para COVID-19 em um teste realizado em até 72 horas antes da chegada à Namíbia. Além disto, todos os visitantes internacionais deverão passar, pelo menos, sete dias em seu primeiro destino no país.

Conheça a Namíbia

A República da Namíbia é um país da África Austral, com fronteiras com a África do Sul, Angola, Botsuana e Zâmbia. O país foi uma colônia alemã até a Primeira Guerra Mundial, quando passou a ser administrado pela África do Sul sob o mandato da Liga das Nações. Após a Segunda Guerra Mundial, a Namíbia foi anexada à África do Sul. Após muitos anos tentando a sua emancipação o país se tornou independente em 1990.

O idioma oficial da Namíbia é o inglês, embora apenas cerca de 3% da população o fale como língua materna. Até 1990, o inglês, o alemão e o afrikaans eram as línguas oficiais do país. O afrikaans ou língua africâner é um idioma baseado no holandês (neerlandês) falado também na África do Sul.

A Christuskirche é uma das construções da era colonial na capital Vinduque (Windhoek).A Christuskirche é uma das construções da era colonial na capital Vinduque (Windhoek).

Atualmente o inglês é usado no funcionalismo público, educação e sistema de radiodifusão, especialmente pela emissora estatal NBC. Algumas outras línguas receberam reconhecimento semioficial por serem permitidas como meio de instrução nas escolas primárias. De acordo com o censo de 2011, as línguas mais faladas na Namíbia são o ovambo (falada por 49% das famílias), nama (11,3%), afrikaans (10,4%), kwangali (9%) e herero (9%).

O alemão desempenha atualmente um papel como língua comercial no país, mesmo após os mais de cem anos da era colonial alemã. O português é falado por aproximadamente 5% da população, devido à proximidade com Angola, país lusófono vizinho da Namíbia.

O que fazer na Namíbia

A Namíbia possui atrações naturais memoráveis como o Deserto do Namibe, que se estende por quase mil quilômetros ao longo da costa atlântica. Este possui uma areia com uma distinta cor de ferrugem e algumas das dunas de areia mais altas do mundo. Além desta imperdível atração destacam-se também: o Desfiladeiro do rio Fish, um dos maiores cânions do mundo e o maior da África, além de ser a segunda atração turística mais visitada da Namíbia; o Parque Nacional Etosha, lar de centenas de espécies de mamíferos, aves e répteis, incluindo várias espécies ameaçadas de extinção como o rinoceronte-negro; e o Calaári (Kalahari), deserto com cerca de 900 mil km² na África Austral, onde foi filmada a série "O Reino dos Suricatos" (Meerkat Manor) do canal Animal Planet.

Muita vida selvagem ainda pode ser vista na Namíbia. Este é um dos poucos países onde todos os Cinco Grandes, mais conhecidos como Big Five (leão, leopardo, rinoceronte, elefante, búfalo), podem ser vistos na natureza. Existem também algumas subespécies locais, como leões e elefantes do deserto e a zebra da montanha de Hartmann, que são adaptadas ao clima rigoroso. Outros locais notáveis para ver a vida selvagem são os parques nacionais Waterberg, Bwabwata e a remota Kaokoland.

Uma das atrações na Namíbia é visitar as cidades fantasmas da época  da corrida do diamante.Uma das atrações na Namíbia é visitar as cidades fantasmas da época da corrida do diamante.

A Namíbia tem influência alemã desde os tempos coloniais, que é mantida em alguns de seus edifícios. A capital Vinduque (Windhoek em inglês e alemão) tem uma série de edifícios interessantes, como a Igreja de Cristo (Christuskirche), a estação ferroviária e o Heinitzburg Hotel, semelhante a um castelo. Lüderitz é uma cidade da era colonial com estilos distintos do Império Alemão e Art Nouveau. Não tão distante deste local está Kolmanskop, outrora uma próspera cidade da época da corrida de extração de diamantes, atualmente encontra-se abandonada. A Namíbia ainda produz alguns dos melhores diamantes do mundo.

O "safári" de carro para observar a vida selvagem é bastante procurado. Estes passeios podem ser feitos também em veículos com tração nas quatro rodas (4x4). Entre os passeios mais radicais estão os voos de balão sobre as dunas de Sossusvlei, andar de quadriciclo ou descer as dunas de areia de sandboard na área costeira ao redor de Walvis Bay e Swakopmund.

Como chegar à Namíbia

Os voos de São Paulo para Vinduque (Windhoek) podem ser feitos com escalas em Angola ou na África do Sul. O Aeroporto Internacional da capital namibiana recebe voos de países do continente africano, do Oriente Médio e da Alemanha.

Os brasileiros não precisam de visto de turismo para visitar a Namíbia, para estadias de até 90 dias. Entretanto, vistos de negócios são exigidos para entrar neste país, segundo a página do Portal Consular do Ministério das Relações Exteriores. Esta página contém uma lista com informações de todos os países que exigem ou dispensam vistos de turismo ou de negócios para cidadãos brasileiros que possuem passaporte comum.

Verifique sempre a possibilidade de ingressar neste país ou em outro destino, devido às restrições impostas pela pandemia de COVID-19.

Compartilhe esta notícia:


Site oficial:

Site oficial do Ministério do Turismo da República da Namíbia.

Pessoas de máscara nas ruas
O uso de máscara facial é uma das exigências em muitos destinos de viagem.

A pandemia de COVID-19 já registrou mais de 24 milhões de casos em todo o mundo com mais de 830 mil mortes. No Brasil já foram registrados mais de 3,7 milhões de casos e mais de 118 mil óbitos. O COVID-19 é uma doença respiratória aguda causada pelo coronavírus da síndrome respiratória aguda grave 2 (SARS-CoV-2), contagioso entre seres humanos. A doença foi identificada pela primeira vez em Wuhan, na província de Hubei, na China, em 1 de dezembro de 2019, mas o primeiro caso foi reportado em 31 de dezembro do mesmo ano. Para mais informações de como se prevenir, saber os sintomas do coronavírus, como é transmitido, diagnóstico, como se proteger e ajudar a evitar a propagação de doenças respiratórias como o COVID-19 acesse a página oficial do Ministério da Saúde destinada ao novo coronavírus COVID-19.

Tags: Namíbia | turismo internacional | setembro | Namíbia reabre | governo da Namíbia | visitantes estrangeiros | 1º de setembro | pandemia | COVID-19 | namibiano | viajar entre as cidades | turistas internacionais | PIB da Namíbia | alta temporada local | de setembro a dezembro | visitantes estrangeiros | casos confirmados | Aeroporto Internacional Hosea Kutako | ministra do Meio Ambiente da Namíbia | resultado negativo para COVID-19 | teste realizado em até 72 horas | antes da chegada | África Austral | África Meridional | África do Sul | idioma oficial da Namíbia | afrikaans | ovambo | nama | kwangali | herero | português | O que fazer na Namíbia | costa atlântica | desertos mais antigos do mundo | Desfiladeiro do rio Fish | Parque Nacional Etosha | mamíferos | aves | répteis | rinoceronte-negro | deserto de Calaári | Kalahari | Cinco Grandes | Big Five | leão | leopardo | rinoceronte | elefante | búfalo | Waterberg | Bwabwata | Kaokoland | Vinduque | Windhoek | Christuskirche | estação ferroviária | Heinitzburg Hotel | castelo | Lüderitz | Kolmanskop | safári de carro | veículos com tração nas quatro rodas | 4x4 | voo de balão | dunas de Sossusvlei | quadriciclo | sandboard | Walvis Bay | Swakopmund | cidade fantasma | corrida do diamante | Como chegar à Namíbia | voo de São Paulo para Windhoek | escala em Angola | capital namibiana | brasileiros não precisam de visto | visitar a Namíbia | 90 dias | visto de negócios | Notícias de turismo | Notícias de viagem | Novidades no turismo | Matérias de turismo | Matérias de viagens | Viajar | Viagem | Viaje | Turismo

Saiba mais



Destinos para viajar na Baixa Temporada no Brasil - Economize nas viagens!


Que tal viajar na baixa temporada para economizar? Conheça 12 destinos para conhecer durante a baixa temporada para viajar mais barato. Em cada destino turístico existem a alta temporada (época do ano aonde existem atrações no local ou uma grande procura de turistas) e a baixa temporada (época onde os hotéis e atrações estão geralmente mais baratos devido ao menor número de visitantes). Veja no vídeo os meses do ano onde você pode visitar os destinos de seus sonhos no país economizando mais.

Compre aqui



Publicidade
Cadê meu Táxi? Veja as opções de táxi e aplicativos de transporte na sua localidade.


Busca




Cadastre-se Grátis

Para receber as informações gratuitamente do "Que Tal Viajar?" digite seu e-mail abaixo.


Após digitar seu e-mail no campo abaixo você receberá uma mensagem do Googlegroups.com (serviço de newsletters) na sua caixa de correio eletrônica pedindo a confirmação de seu e-mail.

Confirme a sua participação para receber a newsletter gratuita do site Que Tal Viajar.

Para mais informações da newsletter e cadastro clique aqui.