Turquia reabre ao turismo


Home » Notícias de turismo » Turquia prepara-se para receber turistas estrangeiros novamente

Turquia prepara-se para receber turistas estrangeiros novamente



24 de junho de 2020 - Drica Cestari

A pandemia do novo coronavírus (COVID-19) atingiu a indústria do turismo em todo o mundo. Na Turquia não foi diferente, o país recebeu mais de 50 milhões de visitantes no ano passado, segundo o Instituto Estatístico Turco (TurkStat). Desde o início deste ano, o número total de visitantes é inferior a um milhão.


O país está tentando atrair turistas neste verão do hemisfério norte para tentar reverter as perdas no setor causadas pela pandemia. A Turquia ocupa o sexto lugar mundial em termos de número de turistas e o 14º em renda deste setor, de acordo com os dados de 2019 da Organização Mundial do Turismo (OMT). O turismo responde por cerca de 12% da economia turca.

Torre de Gálata (Galata Kulesi) - Istambul - TurquiaA Torre de Gálata ("Galata Kulesi" em turco) é uma das atrações de Istambul, na Turquia..

"Tomamos medidas estritas para proteger nossos funcionários e turistas. A Turquia é o país mais bem preparado.", disse o ministro do Turismo Mehmet Nuri Ersoy à AFP em uma entrevista.

Na semana passada, o ministro turco divulgou o lançamento da "Certificação de Turismo Seguro", concedida com base em 132 critérios de higiene que toda a indústria do turismo, incluindo hotéis e restaurantes, deve atender para poder acomodar os clientes em condições sanitárias adequadas. Inicialmente, cerca de 500 estabelecimentos já receberam esse selo e mais de dois mil hotéis estão finalizando medidas para receber este certificado.

O ministro turco fez estas declarações no sábado, em um evento na cidade resort de Antália, cidade situada na região do Mediterrâneo (Akdeniz Bölgesi) que hoje é um centro turístico de fama internacional. Neste local, embaixadores de mais de 50 países e representantes do setor de turismo se reuniram para o lançamento da nova campanha do ministério "ReTurkey", promovendo o novo programa de "Certificação de Turismo Seguro".

As autoridades turcas esperam quadruplicar o número de estabelecimentos de hospedagem no próximo mês já que o objetivo do programa é convencer os viajantes de que, apesar da pandemia de COVID-19, as principais atrações turísticas da Turquia estarão seguras para serem visitadas.

A Turquia espera reiniciar a temporada de turismo e dar as boas-vindas aos viajantes internacionais nas próximas semanas, depois de interromper os negócios por meses devido ao surto de coronavírus.

Entre as medidas para receber este selo estão a criação de uma seção separada para isolar os turistas que dão positivo para o COVID-19, géis desinfetantes na entrada dos elevadores e restaurantes, uso de máscaras protetoras para todos os funcionários e marcações no chão para que os clientes não se esqueçam de respeitar o distanciamento social.

O governo turco também introduziu pacotes de seguros que cobrirão custos médicos dos pacientes com COVID-19 de até sete mil euros que serão vendidos por companhias aéreas e operadores turísticos a partir de 1º de julho. Os viajantes podem adquiri-lo na chegada ao país.

Antália (Antalya) - TurquiaRodeada de montanhas, a cidade de Antália (Antalya) é um destino turístico turco conhecido internacionalmente.

Enquanto os turistas estrangeiros começaram a chegar gradualmente à Turquia a ocupação dos hotéis basicamente está sendo feita por turistas domésticos. A expectativa é que o número de turistas estrangeiros aumente à medida que mais países suspenderem as restrições às viagens internacionais. A Turquia registrou mais de 190 mil casos e cinco mil óbitos relacionados ao novo coronavírus, segundo os dados oficiais.

As instalações turísticas do país devem ter suas portas abertas em julho, segundo o ministério do turismo turco. Recentemente, a Turquia retomou voos internacionais e permite a entrada de turistas estrangeiros de certos países. Com as novas medidas, o tráfego aéreo deve aumentar em julho e a reabertura de voos para a maioria das nações deve ser concluída em agosto.

Após a pandemia de coronavírus, a Turquia anunciou que todos os visitantes e residentes devem usar uma máscara protetora em público. Isso inclui praias, parques, restaurantes e compras nos mercados. Estas restrições afetam alguns dos resorts de férias mais populares da Turquia.

Como parte dos regulamentos deste selo, os turistas receberão máscaras faciais quando chegarem aos aeroportos. Ninguém poderá entrar nos terminais do aeroporto sem uma cobertura facial adequada. Nos aeroportos, a temperatura dos passageiros também é medida e salas de quarentena foram criadas.

Turistas e moradores locais estarão sujeitos a uma multa de 900 liras turcas (aproximadamente R$ 680) se forem pegos pela segunda vez em público sem máscara. Na primeira vez há uma advertência. As máscaras também são obrigatórias em todos os ônibus, táxis, balsas, trens e, em algumas áreas, carros particulares com mais de um ocupante. No entanto, os hotéis estão excluídos desta regra, o que significa que os turistas podem ficar sem máscara quando estiverem dentro do hotel. O edital se estende a todas as áreas públicas, incluindo mercados, restaurantes, parques e praias, em várias províncias do país.

Os voos internacionais estão recomeçando. No momento, os britânicos são advertidos das viagens não essenciais ao exterior e terão de entrar em quarentena por duas semanas ao retornar ao Reino Unido. Entretanto, a Turkish Airlines relançou voos três vezes por semana de Londres Gatwick para Antalya às quartas, sextas e domingos. A EasyJet também programou voos no verão para a Turquia.

Todos os passageiros devem usar máscaras no aeroporto e durante os voos para a Turquia; além disto devem preencher o formulário de informações ao chegar à Turquia e submeter-se a um exame médico. Os passageiros que apresentarem sintomas do coronavírus serão submetidos a exames, de acordo com o guia publicado pelas autoridades locais.

Passeio de Balão - Capadócia (Cappadocia / Kapadokya) TurquiaO balonismo é uma das atrações turísticas da Capadócia, uma região histórica e turística da Turquia.

Nos últimos anos, a Alemanha e a Rússia são os países que mais enviam visitantes estrangeiros à Turquia. Os turcos esperam que os voos sejam retomados da Rússia em meados de julho, enquanto a Alemanha tem uma exclusão de voos ao país até o final de agosto.

O país euro-asiático possui 17 locais de Patrimônio Mundial da UNESCO, como as Áreas Históricas de Istambul, Capadócia, Çatalhöyük, Hattusa, Troia, Pérgamo, Hierápolis - Pamukkale e Monte Nemrut (em turco: Nemrut Dag); e 51 locais do patrimônio mundial na lista provisória, como os sítios arqueológicos ou os centros urbanos históricos de Göbekli Tepe, Gordion, Éfeso, Afrodisias, Perge (Perga), Lícia, Sagalassos, Ezani (Aizanoi), Zeugma, Ani, Harã, Mardin, Cônia e Alânia (Alanya).

A Turquia abriga duas das Sete Maravilhas do Mundo Antigo (O Templo de Ártemis ou Templo de Diana em Éfeso, atual Selçuk, e o Mausoléu de Halicarnasso em Bodrum), além do mais antigo local religioso do mundo, Göbekli Tepe, e vários outros locais do Patrimônio Mundial.

Mesmo com a crise do COVID-19, o país mantém a meta de chegar aos 75 milhões de turistas e gerar US$ 65 bilhões em receitas turísticas até 2023, quando será celebrado o 100º aniversário da fundação da República Turca.

Antes de comprar seu pacote de viagem ou passagem aérea para este ou outro destino confira nos sites oficias as atualizações das medidas de combate à pandemia de COVID-19 e os requisitos de entrada específicos para cada país.

Site oficial:

Site oficial do Ministério da Cultura e do Turismo da República da Turquia.

Pessoas de máscara nas ruas
O uso de máscara facial é uma das exigências em muitos destinos de viagem.

A pandemia de COVID-19 já registrou mais de 9,4 milhões de casos em todo o mundo com mais de 480 mil mortes. No Brasil já foram registrados mais de 1,1 milhão de casos e mais de 52 mil óbitos. O COVID-19 é uma doença respiratória aguda causada pelo coronavírus da síndrome respiratória aguda grave 2 (SARS-CoV-2), contagioso entre seres humanos. A doença foi identificada pela primeira vez em Wuhan, na província de Hubei, na China, em 1 de dezembro de 2019, mas o primeiro caso foi reportado em 31 de dezembro do mesmo ano. Para mais informações de como se prevenir, saber os sintomas do coronavírus, como é transmitido, diagnóstico, como se proteger e ajudar a evitar a propagação de doenças respiratórias como o COVID-19 acesse a página oficial do Ministério da Saúde destinada ao novo coronavírus COVID-19.

Tags: Turquia | Turquia reabre | Turismo na Turquia | novo coronavírus | COVID-19 | indústria do turismo | hotéis da Turquia | restaurantes | selo de segurança | resort de Antália | região do Mediterrâneo | Akdeniz Bölgesi | centro turístico | ReTurkey | Certificação | Turismo Seguro | estabelecimentos de hospedagem | reiniciar | temporada de turismo | viajantes internacionais | seguro para visitar | pacotes de seguros | companhias aéreas | operadores turísticos | turistas estrangeiros | restrições | viagens internacionais | instalações turísticas | máscara protetora | praias | parques | restaurantes | mercados | resorts de férias | selo | máscaras faciais | aeroportos | temperatura dos passageiros | salas de quarentena | multa sem máscara | máscaras obrigatórias | ônibus | táxis | balsas | trens | carros particulares | edital | áreas públicas | mercados | restaurantes | parques | praias | voos internacionais | usar máscaras no aeroporto | durante os voos | formulário de informações | exame médico | Áreas Históricas de Istambul | Capadócia | Troia | Pamukkale | Monte Nemrut | patrimônio mundial | sítios arqueológicos | Göbekli Tepe | Éfeso | Notícias de turismo | Notícias de viagem | Novidades no turismo | Matérias de turismo | Matérias de viagens | Viajar | Viagem | Viaje | Turismo

Saiba mais



Destinos para viajar na Baixa Temporada no Brasil - Economize nas viagens!


Que tal viajar na baixa temporada para economizar? Conheça 12 destinos para conhecer durante a baixa temporada para viajar mais barato. Em cada destino turístico existem a alta temporada (época do ano aonde existem atrações no local ou uma grande procura de turistas) e a baixa temporada (época onde os hotéis e atrações estão geralmente mais baratos devido ao menor número de visitantes). Veja no vídeo os meses do ano onde você pode visitar os destinos de seus sonhos no país economizando mais.

Compre aqui



Publicidade
Cadê meu Táxi? Veja as opções de táxi e aplicativos de transporte na sua localidade.


Busca




Cadastre-se Grátis

Para receber as informações gratuitamente do "Que Tal Viajar?" digite seu e-mail abaixo.


Após digitar seu e-mail no campo abaixo você receberá uma mensagem do Googlegroups.com (serviço de newsletters) na sua caixa de correio eletrônica pedindo a confirmação de seu e-mail.

Confirme a sua participação para receber a newsletter gratuita do site Que Tal Viajar.

Para mais informações da newsletter e cadastro clique aqui.