Mirante da Pedra Grande


Home » Notícias de turismo » Trilha do mirante da Pedra Grande reabre para o público

Mirante da Pedra Grande, com vista panorâmica da cidade de São Paulo, reabre para o público



31 de julho de 2020 (atualizado em 01/08/20) - Drica Cestari

O mirante da Pedra Grande, uma das grandes atrações do Parque Estadual da Cantareira, está disponível para a visitação desde o inicio do mês de julho. O Parque Estadual da Cantareira foi uma das primeiras Unidades de Conservação de São Paulo reaberta pela Fundação Florestal.


A programação do Parque Estadual da Cantareira prevê uma abertura de forma gradual e com todos os cuidados relativos à saúde, respeitando também os protocolos de segurança para evitar a proliferação do novo coronavírus (COVID-19). A reabertura das áreas naturais faz parte das medidas que estão sendo adotadas de flexibilização das atividades econômicas do estado de São Paulo, e seguem critérios definidos no documento: protocolo para retomada das atividades nos parques urbanos e naturais, elaborado pela Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente do Governo de São Paulo.

Parque Estadual Cantareira - Núcleo Pedra Grande - Mirante da Pedra Grande - Região Sudeste - Estado de São Paulo - BrasilVista da cidade de São Paulo do mirante da Pedra Grande. Foto: Renan William Candido.

O Parque Estadual da Cantareira esteve quase quatro meses fechado ao público e, neste primeiro momento, apenas o núcleo Pedra Grande, que dá nome ao mirante e a trilha, está reaberto ao público. O mirante da Pedra Grande faz parte do núcleo Pedra Grande, um dos setores do Parque Estadual da Cantareira.

A trilha da Pedra Grande dá acesso ao mirante da Pedra Grande, uma grande formação rochosa, que possibilita uma vista panorâmica de parte da cidade de São Paulo. A entrada para o acesso à trilha da Pedra Grande é feita pelo portão do Núcleo Pedra Grande, que fica na zona norte da cidade de São Paulo.

Neste primeiro momento, como parte das medidas tomadas para evitar a propagação do COVID-19, o visitante somente será liberado para ingressar ao parque após ser feita a aferição da sua temperatura corporal e for constatado que o mesmo não apresenta estado febril acima de 37ºC. O visitante também deve praticar o distanciamento social mínimo de um metro e meio, e usar a máscara de proteção facial, durante todo o período que estiver no parque, inclusive na trilha. A administração do parque disponibiliza álcool em gel 70% em pontos estratégicos, mas a orientação é de que cada pessoa tenha o seu próprio frasco para fazer a higienização constante.

Por enquanto, espaços internos como o centro de visitantes e a sala de informações do núcleo Pedra Grande permanecem fechados ao público. Para evitar possíveis aglomerações, não será permitido o uso de áreas de piquenique. Atividades físicas e esportivas individuais ao ar livre como caminhadas, corridas, entre outras estão liberadas.

Os dias de visita ao parque também foram alterados. O parque está funcionando durante a semana, das 10h às 16h, no entanto, a subida ao mirante da Pedra Grande só pode ser feita até às 14h, e nos fins de semana, o parque permanece fechado para todas as atividades. A compra dos ingressos deve ser feita com agendamento prévio, com antecedência mínima de 24 horas, pelo site da Fundação Florestal. A aquisição do ingresso é realizada somente on-line e está sujeita à limitação de vagas. Neste primeiro momento, está sendo permitido o acesso de até 800 visitantes por dia.

Além do Parque Estadual da Cantareira (Núcleo Pedra Grande), foram também permitidas as visitações públicas do Parque Estadual Serra do Mar (Núcleo Caminhos do Mar) e do Parque Estadual do Jaraguá, ambos localizados no estado de São Paulo. As três Unidades de Conservação são administradas pela Fundação Florestal, órgão vinculado à Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente do Governo de São Paulo (SIMA).

Parque Estadual Cantareira - Núcleo Pedra Grande - Região Sudeste - Estado de São Paulo - BrasilNúcleo Pedra Grande - Parque Estadual da Cantareira. Foto: Sturm.

Conheça o Parque Estadual da Cantareira - Núcleo Pedra Grande
O núcleo Pedra Grande, do Parque Estadual da Cantareira, foi o primeiro núcleo aberto ao público. A sua abertura ocorreu em 1989, três anos após o parque passar a ser chamado de Parque Estadual da Cantareira, em substituição ao Parque Turístico da Cantareira, nome definido na época da fundação do parque na década de 1960.

O Parque Estadual da Cantareira, com uma área de aproximadamente 7,9 mil hectares, foi criado para proteger o remanescente do bioma Mata Atlântica e os mananciais que abastecem a Grande São Paulo. O Parque Estadual da Cantareira também serve de refúgio para espécies ameaçadas de extinção e outras espécies não ameaçadas que compõem a biodiversidade do local. Esta reserva ambiental também destina a promover educação ambiental, pesquisas científicas, recreação e turismo ecológico. Reconhecido pela UNESCO, em 1994, como parte da Reserva da Biosfera do Cinturão Verde da Cidade de São Paulo.

O Parque Estadual da Cantareira compreende parte da Serra da Cantareira, considerada uma das maiores florestas urbanas do mundo, com seus 64,8 mil hectares de área. A Serra da Cantareira abrange os territórios dos municípios de São Paulo, Guarulhos, Mairiporã e Caieiras, municípios estes que também estão com áreas dentro do Parque Estadual da Cantareira.

O núcleo Pedra Grande é o mais visitado do Parque Estadual da Cantareira. Além dele, existem mais três núcleos de visitação: Águas Claras, Engordador e Cabuçu. Entretanto, no momento, somente o núcleo Pedra Grande está aberto ao público.

O maior destaque é o mirante da Pedra Grande, uma enorme pedra de granito, com aproximadamente mil metros de altitude, que proporciona uma vista espetacular de parte da cidade de São Paulo. A caminhada para se chegar ao topo da rocha é feita pela trilha da Pedra Grande, uma antiga estrada, emoldurada pela natureza, usada por tropeiros para fazer o transporte de mercadorias da cidade de São Paulo para o interior do país.

Parque Estadual Cantareira - Núcleo Pedra Grande - Região Sudeste - Estado de São Paulo - BrasilVista da cidade de São Paulo do mirante da Pedra Grande. Foto: Euripedesjr.

A trilha da Pedra Grande apresenta grau de dificuldade alto e é mais indicada para pessoas não sedentárias e para desbravadores que decidirem encarar os sete quilômetros de caminhada em percurso íngreme. Além da trilha da Pedra Grande, há também a trilha da Bica, a trilha das Figueiras e a trilha do Bugio. Estas trilhas apresentam grau de dificuldade que vai de moderado à leve, e são menos extensas. A trilha da Bica, por exemplo, é um pouco mais de um quilômetro de percurso, sendo que é a maior em extensão em comparação com as trilhas das Figueiras e do Bugio.

O Museu Pedra Grande é outra atração que merece ser visitada. Entre os itens expostos estão uma maquete do parque, trabalhos arqueológicos e uma coleção de animais. No núcleo Pedra Grande há também um bosque e áreas de lazer e piquenique, centro de visitantes e sanitários.

Dentro dos limites do núcleo Pedra Grande não são permitidos entrar com animais de estimação, jogar lixo, produzir fogo, inclusive acender cigarro, e fazer consumo de bebidas alcoólicas. A área é um refúgio natural preservado, sendo perfeito para aqueles que querem estar em contato com a natureza e fazer atividades ao ar livre. Recomenda-se que o visitante traga o seu próprio lanche e água, e venha com roupas e calçados confortáveis para fazer o passeio.

Para acessar a área da Pedra Grande é necessário fazer agendamento prévio e pagar uma taxa de entrada. O agendamento é feito on-line pelo site oficial do Parque Estadual da Cantareira - Pedra Grande.

O núcleo Pedra Grande está localizado no bairro do Horto Florestal. Para quem for com veículo próprio, recomenda-se chegar cedo devido à dificuldade de se conseguir local para estacionar. Há também opção de ir de transporte público. A portaria da Pedra Grande está aproximadamente a 10 km do centro da cidade de São Paulo.

O núcleo Pedra Grande está funcionando parcialmente. A trilha da Pedra Grande é a única trilha liberada ao público. A administração do parque informa que ambientes internos estão fechados, portanto, possivelmente o museu Pedra Grande não está aberto ao público neste momento.

Outras medidas de restrição e contenção podem ser propostas de acordo com as diretrizes do Governo de São Paulo, bem como pelo o que for estabelecido no Plano de Manejo do PE Cantareira. Portanto, sempre é bom conferir nos sites oficiais as novas recomendações e limitações para a visitação do Parque Estadual da Cantareira.

Compartilhe esta notícia:


Artigos relacionados:

Pico do Jaraguá, ponto mais alto da cidade de São Paulo, reaberto ao público.
Caminhos do Mar, Reserva da Biosfera da Mata Atlântica, reaberto para visitação turística.

Sites oficiais:

Site oficial do Guia de Áreas Protegidas - Parque Estadual Cantareira - Pedra Grande.
Site oficial da Fundação Florestal para a compra de ingressos para o PE Cantareira - Pedra Grande.
Site oficial da Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente do Governo de São Paulo.

Pessoas de máscara nas ruas
O uso de máscara facial é uma das exigências em muitos destinos de viagem.

A pandemia de COVID-19 já registrou mais de 17 milhões de casos em todo o mundo com mais de 677 mil mortes. No Brasil já foram registrados mais de 2,6 milhões de casos e mais de 91 mil óbitos. O COVID-19 é uma doença respiratória aguda causada pelo coronavírus da síndrome respiratória aguda grave 2 (SARS-CoV-2), contagioso entre seres humanos. A doença foi identificada pela primeira vez em Wuhan, na província de Hubei, na China, em 1 de dezembro de 2019, mas o primeiro caso foi reportado em 31 de dezembro do mesmo ano. Para mais informações de como se prevenir, saber os sintomas do coronavírus, como é transmitido, diagnóstico, como se proteger e ajudar a evitar a propagação de doenças respiratórias como o COVID-19 acesse a página oficial do Ministério da Saúde destinada ao novo coronavírus COVID-19.

Tags: Parque Estadual da Cantareira | Núcleo Pedra Grande | Fundação Florestal | Unidade de Conservação de São Paulo | Estado de São Paulo | Mirante da Pedra Grande | Parques naturais | Parques urbanos | Parques paulistas | Parques no estado de São Paulo | UNESCO | Reserva da Biosfera do Cinturão Verde da Cidade de São Paulo | Parque Turístico da Cantareira | Serra da Cantareira | Guarulhos | Mairiporã | Caieiras | Águas Claras | Engordador | Cabuçu | Trilha da Pedra Grande | Trilha da Bica | Trilha das Figueiras | Trilha do Bugio | Museu Pedra Grande | Horto Florestal | Parque reaberto | Parques de São de Paulo | Reaberturta dos Parque | Máscara no Parque | Álcool gel no Parque | Saúde de São Paulo | Mata Atlântica | Reserva ambiental | Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente do Governo de São Paulo | Grande São Paulo | Região Metropolitana de São Paulo | Biodiversidade | Acesso ao parque | Notícias de turismo | Notícias de viagem | Novidades no turismo | Matérias de turismo | Matérias de viagens | Viajar | Viagem | Viaje | Turismo

Saiba mais



Destinos para viajar na Baixa Temporada no Brasil - Economize nas viagens!


Que tal viajar na baixa temporada para economizar? Conheça 12 destinos para conhecer durante a baixa temporada para viajar mais barato. Em cada destino turístico existem a alta temporada (época do ano aonde existem atrações no local ou uma grande procura de turistas) e a baixa temporada (época onde os hotéis e atrações estão geralmente mais baratos devido ao menor número de visitantes). Veja no vídeo os meses do ano onde você pode visitar os destinos de seus sonhos no país economizando mais.

Compre aqui



Publicidade
Cadê meu Táxi? Veja as opções de táxi e aplicativos de transporte na sua localidade.


Busca




Cadastre-se Grátis

Para receber as informações gratuitamente do "Que Tal Viajar?" digite seu e-mail abaixo.


Após digitar seu e-mail no campo abaixo você receberá uma mensagem do Googlegroups.com (serviço de newsletters) na sua caixa de correio eletrônica pedindo a confirmação de seu e-mail.

Confirme a sua participação para receber a newsletter gratuita do site Que Tal Viajar.

Para mais informações da newsletter e cadastro clique aqui.