Pico do Jaraguá


Home » Notícias de turismo » Pico do Jaraguá reaberto ao público

Pico do Jaraguá, ponto mais alto da cidade de São Paulo, reaberto ao público



01 de agosto de 2020 - Drica Cestari

O Pico do Jaraguá, uma das grandes atrações do Parque Estadual do Jaraguá, está disponível para a visitação desde o inicio do mês de julho. O Parque Estadual do Jaraguá foi uma das primeiras Unidades de Conservação de São Paulo reaberta pela Fundação Florestal.


A programação do Parque Estadual do Jaraguá prevê uma abertura de forma gradual e com todos os cuidados relativos à saúde, respeitando também os protocolos de segurança para evitar a proliferação do novo coronavírus (COVID-19). A reabertura das áreas naturais faz parte das medidas que estão sendo adotadas de flexibilização das atividades econômicas do estado de São Paulo, e seguem critérios definidos no documento: protocolo para retomada das atividades nos parques urbanos e naturais, elaborado pela Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente do Governo de São Paulo.

Parque Estadual do Jaraguá - Pico do Jaraguá - Morro do Jaraguá - Mirante do Jaraguá - Região Sudeste - Estado de São Paulo - BrasilPico do Jaraguá - Morro do Jaraguá.

O Parque Estadual do Jaraguá esteve quase quatro meses fechado ao público e, neste primeiro momento, apenas a Estrada Turística do Jaraguá, que dá acesso ao Pico do Jaraguá, ponto mais alto do município de São Paulo, está liberada ao público. A entrada para o Parque Estadual do Jaraguá está acontecendo somente pela Portaria 2, através da Estrada Turística do Jaraguá, que tem início no km 18 da rodovia Anhanguera.

Neste primeiro momento, como parte das medidas tomadas para evitar a propagação do COVID-19, o visitante somente será liberado para ingressar ao Parque Estadual do Jaraguá após ser feita a aferição da sua temperatura corporal e for constatado que o mesmo não apresenta estado febril acima de 37ºC. O visitante também deve praticar o distanciamento social mínimo de um metro e meio, e usar a máscara de proteção facial, durante todo o período que estiver no parque. A administração do parque disponibiliza álcool em gel 70% em pontos estratégicos, mas a orientação é de que cada pessoa tenha o seu próprio frasco para fazer a higienização constante.

Por enquanto, ambientes internos como o centro de visitantes e a sala de informações permanecem fechados ao público. Para evitar possíveis aglomerações, não será permitido o uso de áreas de piquenique. Atividades físicas e esportivas individuais ao ar livre como caminhadas, ciclismo, corridas, entre outras estão liberadas.

Os dias de visita ao parque também foram alterados. O parque está funcionando durante a semana, das 10h às 16h. Nos fins de semana, o parque permanece fechado para todas as atividades. O acesso ao Parque Estadual do Jaraguá deve ser feito com agendamento prévio, com antecedência mínima de 24 horas, pelo site da Fundação Florestal. O parque não cobra taxa de entrada. A reserva é realizada somente on-line e está sujeita à limitação de vagas. Neste primeiro momento, está sendo permitido o acesso de até 1700 visitantes por dia. A subida com veículo pela Estrada Turística do Jaraguá só pode ser feita das 13h às 15h. Antes disso, o parque está liberado para os pedestres a partir das 10h com entrada até às 15h. Ciclistas entram mais cedo, a partir das 8h às 10h.

Além do Parque Estadual do Jaraguá, foram também permitidas as visitações públicas do Parque Estadual Serra do Mar (Núcleo Caminhos do Mar) e do Parque Estadual da Cantareira (Núcleo Pedra Grande), ambos localizados no estado de São Paulo. As três Unidades de Conservação são administradas pela Fundação Florestal, órgão vinculado à Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente do Governo de São Paulo (SIMA).

Parque Estadual do Jaraguá - Pico do Jaraguá - Morro do Jaraguá - Mirante do Jaraguá - Região Sudeste - Estado de São Paulo - BrasilVista da cidade de São Paulo do Pico do Jaraguá - Morro do Jaraguá.

Conheça o Parque Estadual do Jaraguá
Com uma área de aproximadamente 492 hectares, o Parque Estadual do Jaraguá abriga um dos últimos remanescentes do bioma Mata Atlântica da Região Metropolitana de São Paulo. A área serve de refúgio para espécies ameaçadas de extinção e outras espécies não ameaçadas que compõem a biodiversidade do local. Nas trilhas do parque podem-se encontrar espécies vegetais como os ipês-amarelos, os palmitos-juçara, as orquídeas, os paus-d'alho, as paineiras; e também da fauna como os macacos-prego, os jabutis, os quatis, os bichos-preguiça, os tucanos-do-bico-verde, os pica-paus, entre outros. Esta reserva ambiental também destina a promover educação ambiental, pesquisas científicas, recreação e turismo ecológico. Reconhecido pela UNESCO, em 1994, como parte da Reserva da Biosfera do Cinturão Verde da Cidade de São Paulo.

Além de ser um recanto para aqueles que querem estar em contato com a natureza, o Parque Estadual do Jaraguá reserva muitas surpresas. A área onde compreende o Parque Estadual do Jaraguá já foi uma antiga fazenda do ciclo do ouro. O visitante pode aproveitar para conhecer um pouco desse período áureo da história do Brasil através do casarão do antigo proprietário da fazenda, Afonso Sardinha. Este bandeirante foi responsável pela extração do metal precioso no local, que se iniciou no século XVI e se estendeu até o seu completo esgotamento no século XIX. Ao lado da casa é possível observar também as pias onde os escravos lavavam manualmente o ouro. Marcas da exploração do metal também são encontradas nas rochas do Pico do Jaraguá.

A criação do parque como Unidade de Conservação de São Paulo ocorreu em 1961, após a aquisição da área, em 1940, pelo governo estadual, com a finalidade de proteger este rico patrimônio histórico e ambiental. Devido a sua importância histórica, o Parque Estadual do Jaraguá foi tombado, em 1983, pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico (Condephaat).

Parque Estadual do Jaraguá - Pico do Jaraguá - Morro do Jaraguá - Mirante do Jaraguá - Região Sudeste - Estado de São Paulo - BrasilPico do Jaraguá - Morro do Jaraguá.

O maior destaque do Parque Estadual do Jaraguá é o Pico do Jaraguá, que proporciona uma vista panorâmica da Grande São Paulo. O acesso ao Pico do Jaraguá pode ser feito a pé, de bicicleta ou de carro pela Estrada Turística do Jaraguá, via asfaltada com aproximadamente 4,6 km de extensão. Outra opção de acesso ao Pico do Jaraguá é pela trilha do Pai Zé, com aproximadamente dois quilômetros de extensão.

A caminhada para se chegar ao topo do morro do Jaraguá, pela trilha do Pai Zé, apresenta grau de dificuldade alto e é mais indicada para pessoas que não têm dificuldade de locomoção. Durante a caminhada é possível observar a transição entre a vegetação de Mata Atlântica e o Cerrado.

Há ainda outras trilhas no Parque Estadual do Jaraguá, como a trilha da Bica e a trilha do Silêncio, que neste momento, estão temporariamente fechadas ao público.

A trilha da Bica apresenta grau de dificuldade moderado. É um trajeto de aproximadamente um quilômetro e meio que conduz o visitante até uma bica d'água.

A trilha do Silêncio é a mais fácil de todas e compreende uma caminhada leve por meio da mata. O nome da trilha faz referência ao silêncio que esse trajeto proporciona aos visitantes, devido à densa floresta que abafa grande parte dos ruídos produzidos pelos veículos que trafegam pelas rodovias que estão em torno do parque. A trilha do Silêncio é indicada para todos os públicos e idades.

Com altitude de 1.135 metros, o pico mais preponderante do município de São Paulo pode ser visualizado de várias partes da cidade. Os índios o batizaram de Jaraguá, que significa em Tupi: "Senhor dos Vales". Um marco importante também para os viajantes orientando-os em relação à proximidade com a capital. O Pico do Jaraguá e as suas torres de emissoras de TV sinalizam os motoristas que estão chegando à cidade de São Paulo pelas rodovias Anhanguera e Bandeirantes.

Dentro dos limites do Parque Estadual do Jaraguá não são permitidos jogar lixo, produzir fogo, inclusive acender cigarro. A área é um refúgio natural preservado, sendo perfeito para aqueles que querem estar em contato com a natureza e fazer atividades ao ar livre. Recomenda-se que o visitante traga o seu próprio lanche e água, e venha com roupas e calçados confortáveis para fazer o passeio.

Para acessar a área do Parque Estadual do Jaraguá é necessário fazer agendamento prévio. O agendamento é feito on-line pelo site oficial do Parque Estadual do Jaraguá.

Parque Estadual do Jaraguá - Pico do Jaraguá - Morro do Jaraguá - Mirante do Jaraguá - Região Sudeste - Estado de São Paulo - BrasilPico do Jaraguá - Morro do Jaraguá.

O Parque Estadual do Jaraguá localiza-se em torno do Pico do Jaraguá, na região noroeste da cidade de São Paulo, no bairro do Jaraguá, onde curiosamente passa a linha imaginária do Trópico de Capricórnio. Há estacionamento no local e existe também opção de ir de transporte público.

O Parque Estadual do Jaraguá compreende parte da Serra da Cantareira, considerada uma das maiores florestas urbanas do mundo, com seus 64,8 mil hectares de área. A Serra da Cantareira abrange os territórios dos municípios de São Paulo, Guarulhos, Mairiporã e Caieiras.

Outras medidas de restrição e contenção podem ser propostas de acordo com as diretrizes do Governo de São Paulo, bem como pelo o que for estabelecido no Plano de Manejo do PE Jaraguá. Portanto, sempre é bom conferir nos sites oficiais as novas recomendações e limitações para a visitação do Parque Estadual do Jaraguá.

Compartilhe esta notícia:


Artigos relacionados:

Caminhos do Mar, Reserva da Biosfera da Mata Atlântica, reaberto para visitação turística.
Mirante da Pedra Grande, com vista panorâmica da cidade de São Paulo, reabre para o público.

Sites oficiais:

Site oficial do Guia de Áreas Protegidas - Parque Estadual do Jaraguá.
Site oficial da Fundação Florestal para reserva de acesso ao PE Jaraguá.
Site oficial da Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente do Governo de São Paulo.

Pessoas de máscara nas ruas
O uso de máscara facial é uma das exigências em muitos destinos de viagem.

A pandemia de COVID-19 já registrou mais de 17 milhões de casos em todo o mundo com mais de 687 mil mortes. No Brasil já foram registrados mais de 2,7 milhões de casos e mais de 93 mil óbitos. O COVID-19 é uma doença respiratória aguda causada pelo coronavírus da síndrome respiratória aguda grave 2 (SARS-CoV-2), contagioso entre seres humanos. A doença foi identificada pela primeira vez em Wuhan, na província de Hubei, na China, em 1 de dezembro de 2019, mas o primeiro caso foi reportado em 31 de dezembro do mesmo ano. Para mais informações de como se prevenir, saber os sintomas do coronavírus, como é transmitido, diagnóstico, como se proteger e ajudar a evitar a propagação de doenças respiratórias como o COVID-19 acesse a página oficial do Ministério da Saúde destinada ao novo coronavírus COVID-19.

Tags: Parque Estadual do Jaraguá | Pico do Jaraguá | Fundação Florestal | Unidade de Conservação de São Paulo | Estado de São Paulo | Trópico de Capricórnio | Parques naturais | Parques urbanos | Parques paulistas | Parques no estado de São Paulo | UNESCO | Reserva da Biosfera do Cinturão Verde da Cidade de São Paulo | Rodovia Anhanguera | Serra da Cantareira | Guarulhos | Mairiporã | Caieiras | Rodovia dos Bandeirantes | Natureza | Trilhas em São Paulo | Trilha do Silêncio | Trilha da Bica | Trilha do Pai Zé | Morro do Jaraguá | Mirante do Jaraguá | Parque reaberto | Parques de São de Paulo | Reaberturta dos Parque | Máscara no Parque | Álcool gel no Parque | Saúde de São Paulo | Mata Atlântica | Reserva ambiental | Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente do Governo de São Paulo | Grande São Paulo | Região Metropolitana de São Paulo | Biodiversidade | Acesso ao parque | Notícias de turismo | Notícias de viagem | Novidades no turismo | Matérias de turismo | Matérias de viagens | Viajar | Viagem | Viaje | Turismo

Saiba mais



Destinos para viajar na Baixa Temporada no Brasil - Economize nas viagens!


Que tal viajar na baixa temporada para economizar? Conheça 12 destinos para conhecer durante a baixa temporada para viajar mais barato. Em cada destino turístico existem a alta temporada (época do ano aonde existem atrações no local ou uma grande procura de turistas) e a baixa temporada (época onde os hotéis e atrações estão geralmente mais baratos devido ao menor número de visitantes). Veja no vídeo os meses do ano onde você pode visitar os destinos de seus sonhos no país economizando mais.

Compre aqui



Publicidade
Cadê meu Táxi? Veja as opções de táxi e aplicativos de transporte na sua localidade.


Busca




Cadastre-se Grátis

Para receber as informações gratuitamente do "Que Tal Viajar?" digite seu e-mail abaixo.


Após digitar seu e-mail no campo abaixo você receberá uma mensagem do Googlegroups.com (serviço de newsletters) na sua caixa de correio eletrônica pedindo a confirmação de seu e-mail.

Confirme a sua participação para receber a newsletter gratuita do site Que Tal Viajar.

Para mais informações da newsletter e cadastro clique aqui.