Redescubra o Rio


Home » Notícias de turismo » Jardim Botânico oferece desconto no ingresso para moradores

Jardim Botânico do Rio de Janeiro oferece desconto no ingresso para moradores do Estado



15 de agosto de 2020 - Drica Cestari

A população do Rio tem um incentivo a mais para visitar o Jardim Botânico. De 15 de agosto a 15 de setembro, residentes de qualquer município do estado do Rio de Janeiro recebem 30% de desconto no valor do ingresso.


Esta ação faz parte da parceria feita com os principais atrativos turísticos da cidade, que reabrem para o público, neste sábado (15/08/20), com exceção do Jardim Botânico que está reaberto desde julho. A campanha "Redescubra o Rio" é uma ação conjunta inédita do Bondinho Pão de Açúcar, do AquaRio, da Rio Star, do Jardim Botânico e das concessionárias Trem do Corcovado e Paineiras Corcovado. O programa concede descontos que variam de 30% a 50% por ingresso em cada um desses atrativos aos moradores do estado do Rio de Janeiro.

Jardim Botânico do Rio de Janeiro - Estado do Rio de Janeiro - Região Sudeste - BrasilJardim Botânico, atração turística que participa da campanha "Redescubra o Rio".

O programa "Redescubra o Rio" tem o apoio da Secretaria Especial de Turismo e Legado Olímpico, da Prefeitura do Rio. O objetivo é estimular as visitas aos atrativos turísticos na retomada das atividades, com concessão de descontos nos valores das entradas.

A reabertura do Jardim Botânico do Rio de Janeiro ocorreu em 9 de julho, no dia em que vários parques da cidade do Rio reabriram ao público. Na ocasião, o Parque Nacional da Tijuca também reabriu de forma parcial, e uma das suas principais atrações turísticas, o Corcovado - onde fica a estátua do Cristo Redentor, permaneceu fechado ao público, e a partir de hoje (15/08/20) também já poderá ser visitado.

Desde a sua reabertura, o Jardim Botânico do Rio de Janeiro vem adotando uma série de medidas para receber os visitantes com segurança. A empresa está certificada com o selo "Turismo Consciente RJ", do Governo do Estado, que atesta os estabelecimentos que se comprometem em seguir protocolos, e boas práticas de higiene e limpeza, e todos os cuidados necessários para garantir a saúde e a segurança dos visitantes e dos colaboradores no enfrentamento da pandemia do novo coronavírus (COVID-19).

A programação para a reabertura do Jardim Botânico do Rio de Janeiro está sendo feita de forma gradual em quatro fases, sendo a primeira a mais restritiva, respeitando os protocolos de segurança sanitária para evitar a proliferação do novo coronavírus. No momento, estão abertos ao público o Arboreto, o Cactário, o Bromeliário, a loja de souvenirs da AAJB e o Garden Café. Ambientes que apresentam algum grau de confinamento estão fechados. Os visitantes devem levar o próprio lanche e garrafa de água, pois os bebedouros de pressão estão desativados, e as estruturas de alimentação podem estar fechadas. Lanchar somente é permitido nas mesas do Parque Infantil, embora o acesso à área dos brinquedos não está liberado. Para maiores informações quanto as determinações de cada fase restritiva consulte o documento Plano de Reabertura para Visitação do Jardim Botânico do Rio de Janeiro.

Jardim Botânico do Rio de Janeiro - Estado do Rio de Janeiro - Região Sudeste - BrasilJardim Botânico do Rio de Janeiro.

Entre os protocolos adotados para evitar a propagação do COVID-19, o visitante deve usar a máscara de proteção facial e praticar o distanciamento social mínimo de dois metros, durante todo o período que estiver no parque. No entanto, o uso de máscara facial é dispensável para crianças até três anos de idade, e para pessoas com deficiências que as impossibilitam de fazer o uso correto da proteção, mediante comprovação médica. A administração do Jardim Botânico do Rio de Janeiro disponibiliza solução sanitizante à base de álcool 70%, mas a orientação é que o visitante leve o seu próprio frasco de álcool em gel para fazer a higienização constante.

As visitas escolares, guiadas e com carrinhos elétricos estão temporariamente suspensas. Caso necessite de cadeira de rodas, deve entrar em contato previamente com o Centro de Visitantes do Jardim Botânico do Rio de Janeiro.

O Jardim Botânico do Rio de Janeiro está aberto ao público diariamente, as segundas-feiras, das 12h às 17h; e de terça a domingo, das 8h às 17h. São permitidos apenas 540 visitantes por dia, que equivale aproximadamente um terço da sua capacidade em dias de maior movimento. A compra do ingresso é feita presencialmente, com pagamento em dinheiro na bilheteria do parque, mas o visitante deve agendar previamente a data e o horário da visita pelo site oficial do Jardim Botânico. O agendamento obrigatório antecipado é uma medida preventiva sanitária para evitar aglomerações, e é também uma forma de limitar a entrada de mais pessoas quando se atinge a capacidade máxima em determinado dia e horário.

Cada participante da campanha "Redescubra o Rio" segue regras próprias em relação aos valores promocionais e à forma da concessão do ingresso com desconto, portanto, é importante verificar no site oficial de cada atrativo que deseja visitar quais são as condições para receber o benefício. No caso do Jardim Botânico do Rio de Janeiro: primeiro agendamento pelo site e depois pagamento em dinheiro na bilheteria. O desconto é de 30% na entrada inteira, e cariocas e fluminenses devem apresentar comprovante original de residência e documento de identificação. Este benefício começa em 15 de agosto e termina em 15 de setembro.

"O gentílico "carioca" refere-se oficialmente apenas às pessoas que nasceram na cidade do Rio de Janeiro, enquanto o gentílico "fluminense" engloba todo o estado, incluindo a capital. O gentílico "carioca" é utilizado, incorretamente, para definir todos os habitantes do estado do Rio de Janeiro. Entretanto, alguns grupos tentam tornar oficial o gentílico "carioca" para todo o Estado do Rio de Janeiro".

A entrada para visitar o Jardim Botânico custa R$ 15,00 (inteira) e R$ 7,50 (meia). O valor com desconto de 30% é somente na entrada inteira. O ingresso com desconto sai por R$ 10,50. Crianças até cinco anos de idade têm entrada grátis.

A reabertura do Jardim Botânico do Rio de Janeiro faz parte das medidas que estão sendo adotadas de flexibilização das atividades econômicas, seguindo as normas estabelecidas pelos decretos do Município e do Estado do Rio de Janeiro.

Jardim Botânico do Rio de Janeiro - Estado do Rio de Janeiro - Região Sudeste - BrasilJardim Botânico do Rio de Janeiro.

Conheça o Jardim Botânico - Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro
Criado em 13 de junho de 1808 por D. João VI, o Jardim Botânico antes de ser conhecido pelo nome atual, já recebeu várias denominações. Já foi chamado de Real Horto, Real Jardim Botânico, Jardim Botânico do Rio de Janeiro e, em 1996, virou o Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro.

Entre as primeiras plantas que chegaram ao local, estava a Palma Mater, uma das palmeiras imperiais mais antigas do Jardim. Além das palmeiras imperiais diversas espécies de plantas foram plantadas ao longo dos seus dois séculos de existência, entre as quais, espécies ameaçadas de extinção, como o pau-brasil e algumas espécies de orquídeas.

O Jardim Botânico é considerado um dos mais importantes do mundo. São mais de oito mil exemplares de plantas da flora brasileira e do exterior. É possível observar a coleção de plantas medicinais, o violetário, a estufa das plantas insetívoras - que capturam e digerem insetos, o orquidário - que reúne uma das mais significativas coleções de orquídeas do Brasil, o bromeliário - que abriga mais de 20 gêneros de bromélias do Brasil e do exterior, o cactário - considerado um dos maiores do Brasil, e os jardins japoneses, sensorial e rotário.

Outras atrações são os lagos que abrigam belíssimas espécies de vitórias-régias, lótus, papirus e água-pé. Além da rica flora, o Jardim Botânico serve de abrigo para diversos animais silvestres.

Centro de Visitantes do Jardim Botânico do Rio de Janeiro - Estado do Rio de Janeiro - Região Sudeste - BrasilCentro de Visitantes do Jardim Botânico do Rio de Janeiro.

O Jardim Botânico reconhecido internacionalmente como um Museu Vivo na área da Botânica e definido pela UNESCO como uma das reservas da biosfera, também apresenta um rico patrimônio histórico e cultural. Há edificações históricas e monumentos, como a antiga Fábrica de Pólvora construída por D. João VI, a Casa dos Pilões, a Casa dos Cedros, o antigo portal da Academia de Belas Artes e o Solar da Imperatriz, que abriga a Escola Nacional de Botânica Tropical - a primeira no gênero na América Latina.

O Jardim Botânico é um programa imperdível para toda a família. Foi tombado pelo Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), pela sua importância histórica, cultural, científica e paisagista.

O Jardim Botânico está localizado no bairro de mesmo nome, na zona sul da cidade do Rio de Janeiro. O parque possui quatro portões de acesso. Entretanto, devido à pandemia, a entrada e a saída de pessoas estão ocorrendo somente pela Rua Jardim Botânico, 1008. Os outros acessos feitos pela Rua Jardim Botânico, no número 920, e pela Rua Pacheco Leão, nos números 101 e 915 permanecem temporariamente fechados.

Outras medidas de restrição e contenção podem ser propostas de acordo com as diretrizes do Município e do Estado, e pela Secretaria de Estado de Saúde, bem como pelo o que for definido pela diretoria da instituição.

Acompanhe as notícias do "Que Tal Viajar?" e confira nos sites oficiais as novas recomendações e limitações para a visitação do Jardim Botânico do Rio de Janeiro.

Compartilhe esta notícia:


Artigos relacionados:

Campanha oferece descontos para moradores visitarem as atrações turísticas do Rio de Janeiro.
Parque Nacional da Tijuca reaberto para visitação pública.
Parques e Jardins no Rio de Janeiro.

Sites oficiais:

Site oficial do Redescubra o Rio.
Site oficial do Jardim Botânico do Rio de Janeiro.

Pessoas de máscara nas ruas
O uso de máscara facial é uma das exigências em muitos destinos de viagem.

A pandemia de COVID-19 já registrou mais de 21 milhões de casos em todo o mundo com mais de 764 mil mortes. No Brasil já foram registrados mais de 3,2 milhões de casos e mais de 106 mil óbitos. O COVID-19 é uma doença respiratória aguda causada pelo coronavírus da síndrome respiratória aguda grave 2 (SARS-CoV-2), contagioso entre seres humanos. A doença foi identificada pela primeira vez em Wuhan, na província de Hubei, na China, em 1 de dezembro de 2019, mas o primeiro caso foi reportado em 31 de dezembro do mesmo ano. Para mais informações de como se prevenir, saber os sintomas do coronavírus, como é transmitido, diagnóstico, como se proteger e ajudar a evitar a propagação de doenças respiratórias como o COVID-19 acesse a página oficial do Ministério da Saúde destinada ao novo coronavírus COVID-19.

Tags: Parque Nacional da Tijuca | Redescubra o Rio | Centro de Visitantes Paineiras | Bondinho do Pão de Açúcar | AquaRio | Trenzinho do Corcovado | Corcovado | Roda gigante Rio Star | Cristo Redentor | Atrações turísticas do Rio | Paineiras Corcovado | Floresta da Tijuca | Trem do Corcovado | Paineiras | Natureza | Mirantes do Rio de Janeiro | Reaberturta do parque | Máscara facial no parque | Álcool gel no parque | Jardim Botânico do Rio de Janeiro | Município do Rio de Janeiro | Estado do Rio de Janeiro | Tijuca | Acesso ao parque | Notícias de turismo | Notícias de viagem | Novidades no turismo | Matérias de turismo | Matérias de viagens | Viajar | Viagem | Viaje | Turismo

Saiba mais



Destinos para viajar na Baixa Temporada no Brasil - Economize nas viagens!


Que tal viajar na baixa temporada para economizar? Conheça 12 destinos para conhecer durante a baixa temporada para viajar mais barato. Em cada destino turístico existem a alta temporada (época do ano aonde existem atrações no local ou uma grande procura de turistas) e a baixa temporada (época onde os hotéis e atrações estão geralmente mais baratos devido ao menor número de visitantes). Veja no vídeo os meses do ano onde você pode visitar os destinos de seus sonhos no país economizando mais.

Compre aqui



Publicidade
Cadê meu Táxi? Veja as opções de táxi e aplicativos de transporte na sua localidade.


Busca




Cadastre-se Grátis

Para receber as informações gratuitamente do "Que Tal Viajar?" digite seu e-mail abaixo.


Após digitar seu e-mail no campo abaixo você receberá uma mensagem do Googlegroups.com (serviço de newsletters) na sua caixa de correio eletrônica pedindo a confirmação de seu e-mail.

Confirme a sua participação para receber a newsletter gratuita do site Que Tal Viajar.

Para mais informações da newsletter e cadastro clique aqui.