Parques Nacionais de Aparados da Serra e da Serra Geral


Home » Notícias de turismo » Parques Nacionais de Aparados da Serra e da Serra Geral reabertos

Parques Nacionais de Aparados da Serra e da Serra Geral reabertos ao público pelo ICMBio



27 de junho de 2020 (atualizado em 03/08/20) - Drica Cestari

Os Parques Nacionais de Aparados da Serra e da Serra Geral estão reabertos à visitação turística. Ambos os parques são administrados pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).


A reabertura oficial do Parque Nacional de Aparados da Serra e do Parque Nacional da Serra Geral ocorreu, no dia 10, simultaneamente com o Parque Nacional do Iguaçu. Os três parques nacionais foram as primeiras Unidades de Conservação Federais reabertas ao público. Posteriormente, foram também reabertos, pelo ICMBio, o Parque Nacional de Brasília, o Parque Nacional da Tijuca, o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses, o Parque Nacional de Fernando de Noronha, o Refúgio de Vida Silvestre do Arquipélago de Alcatrazes e a Área de Proteção Ambiental (APA) Costa dos Corais. O Parque Nacional do Iguaçu teve a sua visitação ao público suspensa, no dia 1º de julho, e reabre pela segunda vez, no dia 4 de agosto.

A programação para a abertura dos Parques Nacionais de Aparados da Serra e da Serra Geral está sendo feita de forma gradual e com todos os cuidados relativos à saúde, respeitando também os protocolos de segurança para evitar a proliferação do novo coronavírus (COVID-19). Foram quase três meses fechados ao público e, neste primeiro momento, tanto o Parque Nacional de Aparados da Serra, quanto o Parque Nacional da Serra Geral estão funcionando para a visitação turística de terça-feira a domingo, das 8h às 17h.

Parques Nacionais de Aparados da Serra e da Serra Geral - Trilha do Rio do Boi - Região Sul - BrasilParques Nacionais de Aparados da Serra e da Serra Geral - Trilha do Rio do Boi.

No Parque Nacional de Aparados da Serra foram reabertas as trilhas do Cotovelo e do Vértice; e no Parque Nacional da Serra Geral: as trilhas da Pedra do Segredo, da Borda Sul do Fortaleza e do Mirante do Fortaleza. No dia 11 de junho, foi reaberta a trilha do Rio do Boi - que dá acesso ao interior do cânion Itaimbezinho, operando com capacidade de até 55 visitantes por dia, sendo que cada condutor ou guia de turismo pode guiar cinco pessoas por grupo. A entrada para a trilha do Rio do Boi é feita pelo Posto de Informação e Controle do Rio do Boi, que fica no município catarinense de Praia Grande. Neste trevo de acesso à trilha do Rio do Boi, na rodovia SC 290, foram montadas barreiras sanitárias para a aferição da temperatura dos visitantes, pela equipe da Secretaria Municipal da Saúde de Praia Grande.

Neste primeiro momento, como parte das medidas tomadas para evitar a propagação do COVID-19, a visitação acontece de forma limitada a 40% da capacidade/ dia, permitindo o acesso de apenas 800 pessoas aos atrativos naturais dos parques. O controle de visitantes está também sendo feito no Posto de Informação e Controle Gralha Azul - que é por onde se acessa a parte superior do cânion Itaimbezinho; e no Posto de Informação e Controle Fortaleza - que dá acesso à parte superior do cânion Fortaleza. Para evitar aglomerações, os funcionários estão também controlando a entrada e saída de veículos no estacionamento do Itaimbezinho. São permitidos no máximo 80 carros por vez. Entretanto, após atingirem o limite máximo de 800 visitantes por dia, as visitas são encerradas e os portões são fechados. A recomendação é chegar cedo para não correr o risco de não conseguir entrar nos parques, devido à limitação da capacidade de acesso, que seguem normas sanitárias.

O visitante está obrigado a usar a máscara de proteção e deve praticar o distanciamento social mínimo de dois metros, durante todo o período que estiver nos parques, inclusive nas trilhas. Nos banheiros públicos, a regra é a entrada de duas pessoas por vez e sempre mantendo a distância mínima segura recomendada. A administração dos parques disponibiliza álcool em gel 70% aos visitantes, mas a orientação é de que cada pessoa tenha o seu próprio frasco para fazer a higienização constante.

Parques Nacionais de Aparados da Serra e da Serra Geral - Trilha do Rio do Boi - Região Sul - BrasilParques Nacionais de Aparados da Serra e da Serra Geral - Cânion Itaimbezinho.

Conheça os Parques Nacionais de Aparados da Serra e da Serra Geral
Os Parques Nacionais de Aparados da Serra e da Serra Geral, compreendem juntos uma área de aproximadamente 30 mil hectares, formada por biomas da mata atlântica, das florestas de araucária e do pampa gaúcho, com campos e penhascos. Os parques também servem de refúgios para espécies raras ou ameaçadas de extinção como os papagaios-do-peito-roxo, o guaxinim, o lobo-guará, a jaguatirica e a onça-parda, também chamada de leão-baio, puma ou suçuarana. Além de espécies endêmicas e outras espécies não ameaçadas que compõem a biodiversidade do parque. Esta reserva ambiental ajuda a preservar os ecossistemas naturais possibilitando que seja realizada produção de pesquisas científicas, educação ambiental e turismo ecológico.

Apesar de serem dois parques naturais, com data de fundação distintas, o Parque Nacional de Aparados da Serra foi criado em 1959, e o Parque Nacional da Serra Geral, em 1992, ambos apresentam características naturais semelhantes e estão inseridos na mesma formação geológica Serra Geral, numa região natural conhecida como Aparados da Serra - responsável também por dar nome aos parques, além de serem administrados em conjunto pelo ICMBio, com sede no município gaúcho de Cambará do Sul.

A característica principal dos Parques Nacionais de Aparados da Serra e da Serra Geral é o complexo de cânions, formado por paredões verticais de cerca de 700 metros de altura, onde abruptamente são interrompidos os campos suavemente ondulados do planalto, como se estes tivessem sido "aparados" a faca, constituindo um ecossistema com paisagens de beleza cênica, com as fendas rochosas preenchidas com o verde da mata.

Os Parques Nacionais de Aparados da Serra e da Serra Geral estão localizados na divisa dos estados do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina, na região sul do Brasil. O Parque Nacional de Aparados da Serra abrangem os territórios dos municípios de Cambará do Sul, no Rio Grande do Sul e Praia Grande, em Santa Catarina, fazendo divisa tanto ao sul quanto ao norte ao Parque Nacional da Serra Geral. Os municípios de Cambará do Sul (RS) e Praia Grande (SC) também estão com áreas dentro do Parque Nacional da Serra Geral, assim como o município de Jacinto Machado, em Santa Catarina. Os acessos aos parques são feitos por Praia Grande, para quem vem por Santa Catarina; ou por Cambará do Sul, para quem vem pelo Rio Grande do Sul.

Os parques não dispõem de estruturas com restaurantes e lanchonetes. A recomendação é que o visitante leve o seu próprio lanche e água, e traga o lixo que produzir de volta. Acampar, entrar com animais de estimação e fazer churrasco ou fogueiras são proibidos nas áreas dos parques. Os Parques Nacionais de Aparados da Serra e da Serra Geral são refúgios naturais preservados, sendo perfeitos para aqueles que querem estar em contato com a natureza e fazer atividades como andar de bicicleta e caminhadas. Algumas trilhas podem ser realizadas sem a presença de guias de turismo, como as trilhas Vértice e Cotovelo, e a parte de cima do Itaimbezinho.

Outras medidas de restrição e contenção podem ser propostas de acordo com as diretrizes dos governos dos Estados do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina e dos Municípios de Cambará do Sul (RS), Praia Grande (SC) e Jacinto Machado (SC), bem como por parte da Chefia dos Parques Nacionais de Aparados da Serra e da Serra Geral. Portanto, sempre é bom conferir nos sites oficiais as novas recomendações e limitações para a visitação dos Parques Nacionais de Aparados da Serra e da Serra Geral.

Compartilhe esta notícia:


Artigos relacionados:

Parque Nacional do Jaú, no meio da Selva Amazônica, reabre à visitação turística.
Arquipélago de Anavilhanas, segundo maior arquipélago fluvial do mundo, já pode ser visitado.
Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros reabre para a visitação turística.
Parque Nacional do Itatiaia, primeiro Parque Nacional do Brasil, reabre para visitação turística.
Parque Nacional do Iguaçu reabre para visitação turística pela segunda vez nesta pandemia.
Parque Nacional da Tijuca reaberto para visitação pública.
Parque Nacional de Brasília reabre para visitação.
Reabertura do Parque Nacional do Iguaçu ao público.
Suspensa visitação ao Parque Nacional do Iguaçu após sua reabertura.

Site oficial:

Site oficial do ICMBio - Parques Nacionais de Aparados da Serra e da Serra Geral.

Pessoas de máscara nas ruas
O uso de máscara facial é uma das exigências em muitos destinos de viagem.

A pandemia de COVID-19 já registrou mais de 9,4 milhões de casos em todo o mundo com mais de 480 mil mortes. No Brasil já foram registrados mais de 1,1 milhão de casos e mais de 52 mil óbitos. O COVID-19 é uma doença respiratória aguda causada pelo coronavírus da síndrome respiratória aguda grave 2 (SARS-CoV-2), contagioso entre seres humanos. A doença foi identificada pela primeira vez em Wuhan, na província de Hubei, na China, em 1 de dezembro de 2019, mas o primeiro caso foi reportado em 31 de dezembro do mesmo ano. Para mais informações de como se prevenir, saber os sintomas do coronavírus, como é transmitido, diagnóstico, como se proteger e ajudar a evitar a propagação de doenças respiratórias como o COVID-19 acesse a página oficial do Ministério da Saúde destinada ao novo coronavírus COVID-19.

Tags: Parques Nacionais de Aparados da Serra e da Serra Geral | Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade | ICMBio | Parque Nacional de Aparados da Serra | Parques naturais | Unidade de Conservação Federal | Unidades de Conservação Federais | Parques reabertos | Parque Nacional da Serra Geral | Cânion Itaimbezinho | Trilha do Rio do Boi | Cânion Fortaleza | Trilha do Cotovelo | Trilha do Vértice | Trilha da Pedra do Segredo | Trilha da Borda Sul do Fortaleza | Trilha do Mirante do Fortaleza | Cânion Itaimbezinho | Canyon | Natureza | Biodiversidade | Reaberturta dos parques | Máscara facial no parque | Álcool gel no parque | Reserva ambiental | Município de Praia Grande | Município de Jacinto Machado | Município de Cambará do Sul | Estado do Rio Grande do Sul | Estado de Santa Catarina | biodiversidade | acesso ao parque | Notícias de turismo | Notícias de viagem | Novidades no turismo | Matérias de turismo | Matérias de viagens | Viajar | Viagem | Viaje | Turismo

Saiba mais



Destinos para viajar na Baixa Temporada no Brasil - Economize nas viagens!


Que tal viajar na baixa temporada para economizar? Conheça 12 destinos para conhecer durante a baixa temporada para viajar mais barato. Em cada destino turístico existem a alta temporada (época do ano aonde existem atrações no local ou uma grande procura de turistas) e a baixa temporada (época onde os hotéis e atrações estão geralmente mais baratos devido ao menor número de visitantes). Veja no vídeo os meses do ano onde você pode visitar os destinos de seus sonhos no país economizando mais.

Compre aqui



Publicidade
Cadê meu Táxi? Veja as opções de táxi e aplicativos de transporte na sua localidade.


Busca




Cadastre-se Grátis

Para receber as informações gratuitamente do "Que Tal Viajar?" digite seu e-mail abaixo.


Após digitar seu e-mail no campo abaixo você receberá uma mensagem do Googlegroups.com (serviço de newsletters) na sua caixa de correio eletrônica pedindo a confirmação de seu e-mail.

Confirme a sua participação para receber a newsletter gratuita do site Que Tal Viajar.

Para mais informações da newsletter e cadastro clique aqui.