Parque Nacional do Itatiaia


Home » Notícias de turismo » Parque Nacional do Itatiaia reabre para visitação turística

Parque Nacional do Itatiaia, primeiro Parque Nacional do Brasil, reabre para visitação turística



10 de agosto de 2020 - Drica Cestari

O Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), entidade que administra as Unidades de Conservação Federais, reabre o Parque Nacional do Itatiaia. A reabertura do Parque Nacional do Itatiaia aconteceu na primeira semana do mês de agosto.


A programação do Parque Nacional do Itatiaia prevê uma reabertura de forma gradual e com todos os cuidados relativos à saúde, respeitando também os protocolos de segurança para evitar a proliferação do novo coronavírus (COVID-19). O Parque Nacional do Itatiaia esteve desde o dia 17 de março fechado ao público e, neste primeiro momento, mais restritivo, apenas alguns atrativos estão reabertos à visitação. A ação está sendo monitorada para que seja avaliada futuramente a possibilidade de se abrir, com restrições de capacidade e operação, os espaços que ainda permanecem fechados, até que seja possível a abertura integral do parque.

Lago Azul - Parque Nacional do Itatiaia - Maciço do Itatiaia - Serra da Mantiqueira - Estado do Rio de Janeiro - Região Sudeste - BrasilLago Azul - Parque Nacional do Itatiaia.

Nesta primeira fase, como parte das medidas tomadas para evitar a propagação do COVID-19, o visitante está obrigado a usar a máscara de proteção facial e deve praticar o distanciamento social mínimo de dois metros, durante todo o período que estiver no parque, inclusive nas trilhas. A administração do Parque Nacional do Itatiaia disponibiliza solução sanitizante à base de álcool 70%, mas a orientação é que o visitante leve o seu próprio frasco de álcool em gel para fazer a higienização constante; e não se aglomere em grupos com mais de seis pessoas.

Os dias e o horário de visitação também foram alterados. O Parque Nacional do Itatiaia está aberto de quarta a domingo. O horário de funcionamento é diferente para acessar os atrativos na parte baixa e na parte alta do parque. A parte baixa está aberta das 8h às 17h; e a parte alta das 7h às 17h. O ingresso individual é adquirido diretamente na bilheteria do parque. Mas dependendo da atividade que se deseja realizar, como travessias, por exemplo, a orientação é que o visitante faça contato previamente com a administração do parque para solicitar autorização e fazer a reserva. O Parque Nacional do Itatiaia também cobra taxa de estacionamento, com preço variando conforme o tipo do veículo. Entretanto, as entradas de vans e ônibus de turismo estão temporariamente suspensas, assim como grupos de visitantes com mais de seis pessoas por grupo. Automóveis e motos continuam sendo permitidos de trafegar dentro do parque.

Neste primeiro momento, está sendo permitido o acesso de apenas 150 pessoas por fluxo aos atrativos naturais localizados na parte baixa do parque. Ao atingir o número máximo de pessoas por vez, deve-se aguardar a saída dos que já ingressaram para que sejam liberadas novas entradas. Já os visitantes que desejam acessar os atrativos na parte alta o limite máximo é de 250 pessoas por dia. As entradas para algumas atrações na parte alta acontecem no horário da manhã, com algumas se encerrando às 10h. A recomendação é chegar cedo ao parque, devido à limitação da capacidade de acesso, que seguem normas sanitárias.

Na parte baixa, os acessos ao mirante do Último Adeus, à trilha dos Três Picos, à Pedra de Fundação e às cachoeiras do Complexo do Maromba estão liberados. O controle no fluxo de pessoas está sendo feito, além da bilheteria, na entrada de cada trilha. O acesso ao lago Azul será em sentido único, sem a permissão do uso dos quiosques. Se houver necessidade, o tempo de permanência em cada atração será controlado para evitar possíveis aglomerações.

Parque Nacional do Itatiaia - Maciço do Itatiaia - Serra da Mantiqueira - Estado do Rio de Janeiro - Região Sudeste - BrasilParque Nacional do Itatiaia.

De acordo com o Protocolo de reabertura Covid-19, elaborado pela chefia do Parque Nacional do Itatiaia, a base das Agulhas Negras, a cachoeira das Flores, a pedra da maçã e tartaruga, o Circuito Cinco Lagos, a pedra do Altar e o mirante da antena, localizados na parte alta do parque, estão liberados para a visitação. Escalada técnica pode ser realizada por apenas um grupo de visitantes por dia. O protocolo menciona também que o banho nos rios, cachoeiras e lagos devem seguir às determinações oficiais vigentes de cada município onde estiverem localizados. No entanto, no momento, somente as áreas do parque que se encontram dentro do estado do Rio de Janeiro estão abertas ao público. Portanto, os acessos aos cursos d'água e aos atrativos de montanha situados em Minas Gerais permanecem fechados até determinação estadual em contrário.

Nesta primeira etapa, os condutores e guias de turismo estão autorizados a atuarem no Parque Nacional do Itatiaia, sendo permitido fazer visita guiada de até seis pessoas por grupo. Algumas trilhas podem ser realizadas sem a presença de guias de turismo, como as trilhas do Complexo do Maromba, na parte baixa do parque. Entretanto, a administração do parque recomenda que o visitante contrate o serviço de um guia ou condutor especializado para lhe proporcionar mais segurança, principalmente nas atividades de montanhismo com trechos que precisam de equipamentos para escaladas e nos percursos de travessias. O parque disponibiliza uma lista de condutores de visitantes credenciados, que pode ser conferida no site oficial do Parque Nacional do Itatiaia.

Parque Nacional do Itatiaia - Maciço do Itatiaia - Serra da Mantiqueira - Estado do Rio de Janeiro - Região Sudeste - BrasilParque Nacional do Itatiaia.

Por enquanto, não está sendo permitido acampar no Parque Nacional do Itatiaia. Todos os acampamentos e o Abrigo Rebouças não estão liberados para acomodação. Ambientes internos como o centro de visitantes permanecem fechados ao público. Os visitantes podem apenas fazer uso dos sanitários destes locais, descansar e acessar as trilhas. Importante também levar a própria garrafa de água, pois os bebedouros de pressão estão desativados. Atividades físicas e esportivas ao ar livre como caminhadas, ciclismo, corridas, entre outras estão liberadas. As travessias Ruy Braga e do Rancho Caído estão abertas, mas devem ser feitas em apenas um único dia, sem permissão de pernoite dentro do parque.

Além do Parque Nacional do Itatiaia, estão funcionando para a visitação pública os Parques Nacionais de Aparados da Serra e da Serra Geral, o Parque Nacional de Brasília, o Parque Nacional da Tijuca, o Parque Nacional do Iguaçu, o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses, o Parque Nacional de Fernando de Noronha, o Refúgio de Vida Silvestre do Arquipélago de Alcatrazes e a Área de Proteção Ambiental (APA) Costa dos Corais. Todas essas Unidades de Conservação Federais foram reabertas pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

Outras medidas de restrição e contenção podem ser propostas de acordo com as diretrizes dos governos dos Estados do Rio de Janeiro e de Minas Gerais e dos Municípios de Itatiaia (RJ), Resende (RJ), Bocaina de Minas (MG) e Itamonte (MG), bem como pelo o que for estabelecido no Plano de Manejo do Parque Nacional do Itatiaia.

Os protocolos apresentados aqui se referem à primeira fase de reabertura do Parque Nacional do Itatiaia, que entrou em vigor a partir da publicação da Portaria nº 790 no Diário Oficial da União, em 29 de julho, e com a reabertura oficial do parque ao público, no dia 5 de agosto. As regras podem ser modificadas a qualquer momento. Acompanhe as nossas notícias e confira nos sites oficiais as novas recomendações e limitações para a visitação do Parque Nacional do Itatiaia.

Parque Nacional do Itatiaia - Maciço do Itatiaia - Serra da Mantiqueira - Estado do Rio de Janeiro - Região Sudeste - BrasilParque Nacional do Itatiaia.

Conheça o Parque Nacional do Itatiaia
O Parque Nacional do Itatiaia, com uma área de aproximadamente 30 mil hectares, é o parque nacional mais antigo do Brasil. Sua fundação aconteceu, em 14 de junho de 1937, por intermédio do então presidente do Brasil, Getúlio Vargas.

A Unidade de Conservação Federal é formada por biomas da Mata Atlântica, com vegetação característica de florestas tropicais, temperadas e de campos de altitude. A área abriga uma rica flora e fauna nativa, que serve de refúgio para espécies raras ou ameaçadas de extinção. Além de espécies endêmicas e outras espécies não ameaçadas que compõem a biodiversidade do local. Nas trilhas do parque podem-se encontrar espécies vegetais como as orquídeas e as bromélias, sendo que algumas delas são somente encontradas na região; e também da fauna como o quati, o lobo-guará, o gato-do-mato-pequeno, o cachorro-do-mato, o porco-do-mato, a jaguatirica, a onça-parda, entre outros. Esta reserva ambiental ajuda a preservar os ecossistemas naturais e também é responsável pela produção de pesquisas científicas, educação ambiental e turismo ecológico.

Localizado no Maciço do Itatiaia, na Serra da Mantiqueira, a característica principal do Parque Nacional do Itatiaia é o seu relevo montanhoso, com picos que chegam por volta dos 2800 metros acima do nível do mar, como o Pico das Agulhas Negras, com aproximadamente 2790 metros de altitude - o ponto mais elevado do estado do Rio de Janeiro.

Pico das Agulhas Negras - Parque Nacional do Itatiaia - Maciço do Itatiaia - Serra da Mantiqueira - Estado do Rio de Janeiro - Região Sudeste - BrasilPico das Agulhas Negras - Parque Nacional do Itatiaia.

O Parque Nacional do Itatiaia é dividido em dois setores: a parte baixa, que compreende a densa vegetação típica de Mata Atlântica e os numerosos cursos d'água; e a parte alta constituída por vegetação rasteira em campos de altitude com elevações rochosas, com picos que variam por volta dos 600 a 2790 metros de altitude.

A parte baixa é a área mais visitada do parque. Nela encontram-se o centro de visitantes, que abriga um museu com a exposição da fauna e a flora da região; e as diversas quedas d'água e piscinas naturais próprias para banho. São destaques a piscina do Maromba, a cachoeira Véu da Noiva e a cachoeira Itaporani. Todas estas com acesso fácil a partir do Complexo do Maromba, que fica a quatro quilômetros da portaria principal do parque. Outros atrativos turísticos encontrados na parte baixa do Parque Nacional do Itatiaia são o lago Azul, a pedra de Fundação e os mirantes do Último Adeus e da trilha dos Três Picos. Estes dois últimos proporcionando vistas panorâmicas dos vales e das serras.

Parque Nacional do Itatiaia - Maciço do Itatiaia - Serra da Mantiqueira - Estado do Rio de Janeiro - Região Sudeste - BrasilParque Nacional do Itatiaia.

Há também opções para banho na parte alta do parque, como a cachoeira das Flores e a cachoeira do Aiuruoca. A parte alta também abriga vários lagos e é conhecida como a região do Planalto do Itatiaia, onde estão os vales suspensos e algumas formações rochosas curiosas, como a pedra da tartaruga, a pedra da maça e a asa do Hermes. No topo das maiores montanhas do estado do Rio de Janeiro é possível apreciar vistas espetaculares como as do vale do rio Paraíba, da serra da Mantiqueira e da serra do Mar. Além do Pico das Agulhas Negras, são destaques também o maciço das Prateleiras, o morro do Couto, a pedra do Sino de Itatiaia, a serra do Maromba, a pedra do Altar e os Dois Irmãos, com todos apresentando elevações rochosas superiores a 2500 metros de altitude. Apesar de estar localizado numa zona tropical, não é comum, mas também não é raro, o Parque Nacional do Itatiaia apresentar temperaturas abaixo de zero, e ocasionalmente neve nos pontos mais elevados nos dias mais rigorosos de inverno.

Lago Azul - Parque Nacional do Itatiaia - Maciço do Itatiaia - Serra da Mantiqueira - Estado do Rio de Janeiro - Região Sudeste - BrasilParque Nacional do Itatiaia.

No Parque Nacional do Itatiaia estão também as nascentes de vários rios regionais. Estes desaguam nas importantes bacias hidrográficas do rio Grande, afluente do rio Paraná, e do rio Paraíba do Sul - rio mais importante do estado do Rio de Janeiro.

O Parque Nacional do Itatiaia têm opções para todos os gostos e públicos. O parque concentra refúgios naturais preservados, perfeitos para aqueles que querem estar em contato com a natureza, praticar atividades e esportes ao ar livre. Os visitantes podem fazer caminhadas; pedalar nas áreas permitidas; fazer piqueniques; banhar-se nas cachoeiras; observar aves e borboletas; contemplar as vistas incríveis dos cumes das maiores montanhas do Estado do Rio; e se preferir uma experiência mais radical: praticar voo livre; ou se pendurar em alguns dos penhascos.

Entrar com animais de estimação; consumir bebidas alcoólicas; fazer fogueiras; se aproximar e alimentar animais silvestres são proibidos nos limites do parque. Recomenda-se que o visitante leve o seu próprio lanche e água, e traga o lixo que produzir de volta ou o descarte em local apropriado.

Parque Nacional do Itatiaia - Maciço do Itatiaia - Serra da Mantiqueira - Estado do Rio de Janeiro - Região Sudeste - BrasilParque Nacional do Itatiaia.

O Parque Nacional do Itatiaia está situado na divisa dos estados do Rio de Janeiro e de Minas Gerais. Abrange parte dos territórios dos municípios de Itatiaia e Resende, localizados no estado do Rio de Janeiro; e de Bocaina de Minas e Itamonte, no estado de Minas Gerais. É de fácil acesso pela rodovia Presidente Dutra (BR-116), ficando no meio do caminho de duas metrópoles: Rio de Janeiro e São Paulo. O acesso principal, onde também fica a sede do Parque Nacional do Itatiaia, é feito pela cidade de Itatiaia, pela rodovia BR-485. Esta estrada atravessa o parque e no trajeto atinge 2460 metros de altitude, que a define como a maior rodovia federal do Brasil. Outro acesso ao parque é também pela Via Dutra (BR-116), com entrada em Engenheiro Passos, e depois seguindo pela rodovia BR-354 em direção a Itamonte.

Compartilhe esta notícia:


Artigos relacionados:

Parque Nacional do Jaú, no meio da Selva Amazônica, reabre à visitação turística.
Arquipélago de Anavilhanas, segundo maior arquipélago fluvial do mundo, já pode ser visitado.
Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros reabre para a visitação turística.
Parque Nacional do Iguaçu reabre para visitação turística pela segunda vez nesta pandemia.
Parque Nacional da Tijuca reaberto para visitação pública.
Parque Nacional de Brasília reabre para visitação.
Parques Nacionais de Aparados da Serra e da Serra Geral reabertos ao público pelo ICMBio.
Reabertura do Parque Nacional do Iguaçu ao público.
Suspensa visitação ao Parque Nacional do Iguaçu após sua reabertura.

Sites oficiais:

Site oficial do Parque Nacional do Itatiaia.
Site oficial do ICMBio - Parque Nacional do Itatiaia.

Pessoas de máscara nas ruas
O uso de máscara facial é uma das exigências em muitos destinos de viagem.

A pandemia de COVID-19 já registrou mais de 20 milhões de casos em todo o mundo com mais de 734 mil mortes. No Brasil já foram registrados mais de 3 milhões de casos e mais de 101 mil óbitos. O COVID-19 é uma doença respiratória aguda causada pelo coronavírus da síndrome respiratória aguda grave 2 (SARS-CoV-2), contagioso entre seres humanos. A doença foi identificada pela primeira vez em Wuhan, na província de Hubei, na China, em 1 de dezembro de 2019, mas o primeiro caso foi reportado em 31 de dezembro do mesmo ano. Para mais informações de como se prevenir, saber os sintomas do coronavírus, como é transmitido, diagnóstico, como se proteger e ajudar a evitar a propagação de doenças respiratórias como o COVID-19 acesse a página oficial do Ministério da Saúde destinada ao novo coronavírus COVID-19.

Tags: Parque Nacional do Itatiaia | Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade | ICMBio | Serra da Mantiqueira | Parques naturais | Unidade de Conservação Federal | Unidades de Conservação Federais | Parques reabertos | Pico das Agulhas Negra | Rio de Janeiro | São Paulo | Getúlio Vargas | Trilhas | Voo livre | Esporte de aventura | Esporte radical | Escalada | Alpinismo | Trekking | Turismo de aventura | Turismo ecológico | Ecoturismo | Ciclismo | Cachoeiras | Piscina do Maromba | Cachoeira Véu da Noiva | Cachoeira Itaporani | Pedra da Tartaruga | Pedra da Maça | Asa do Hermes | Maciço das Prateleiras | Morro do Couto | Pedra do Sino de Itatiaia | Serra do Maromba | Pedra do Altar | Complexo do Maromba | Lago Azul | Mata Atlântica | Maciço do Itatiaia | Natureza | Biodiversidade | Reaberturta dos parques | Máscara facial no parque | Álcool gel no parque | Reserva ambiental | Município de Itatiaia | Resende | Estado do Rio de Janeiro; | Bocaina de Minas | Itamonte | Minas Gerais | Rodovia Presidente Dutra | Abrigo Rebouças | Pedra de Fundação| Mirante do Último Adeus| Trilha dos Três Picos | Acesso ao parque | Notícias de turismo | Notícias de viagem | Novidades no turismo | Matérias de turismo | Matérias de viagens | Viajar | Viagem | Viaje | Turismo

Saiba mais



Destinos para viajar na Baixa Temporada no Brasil - Economize nas viagens!


Que tal viajar na baixa temporada para economizar? Conheça 12 destinos para conhecer durante a baixa temporada para viajar mais barato. Em cada destino turístico existem a alta temporada (época do ano aonde existem atrações no local ou uma grande procura de turistas) e a baixa temporada (época onde os hotéis e atrações estão geralmente mais baratos devido ao menor número de visitantes). Veja no vídeo os meses do ano onde você pode visitar os destinos de seus sonhos no país economizando mais.

Compre aqui



Publicidade
Cadê meu Táxi? Veja as opções de táxi e aplicativos de transporte na sua localidade.


Busca




Cadastre-se Grátis

Para receber as informações gratuitamente do "Que Tal Viajar?" digite seu e-mail abaixo.


Após digitar seu e-mail no campo abaixo você receberá uma mensagem do Googlegroups.com (serviço de newsletters) na sua caixa de correio eletrônica pedindo a confirmação de seu e-mail.

Confirme a sua participação para receber a newsletter gratuita do site Que Tal Viajar.

Para mais informações da newsletter e cadastro clique aqui.